domingo, 29 de setembro de 2013

PAULO MELLER E OS SHOPPINGS PARQUE E DAS NAÇÕES

Publicado também no CRICIÚMA NEWS.

Presidente do Deinfra, Paulo Meller, responde denúncia no Ministério Público estadual, por ter participado de reunião do Conselho de Varejo da Associação Comercial de São Paulo, a convite do grupo Angeloni, no dia 23 de novembro de 2012. Na ocasião fez apresentação do projeto da Via Rápida, com a alça que a ligará à Centenário através da rua Victalino Scremin, exatamente onde o shopping do grupo será construído. O episódio foi entendido como sendo em benefício dos investidores do Parque Shopping Criciúma em detrimento do Shopping das Nações, sabendo-se que Criciúma não comportaria ambos. "Obviamente eu sabia que a obra beneficia o shopping. Mas eu também fui à Alemanha e Áustria pra fazer o mesmo, para atrair empresas para Santa Catarina'', disse Meller.

Em correspondência enviada ao MP no dia 4 de setembro o presidente do Conselho, Nelson Felipe Kheirallah, confirma a participação de Meller, comentando que absteve-se "de manifestar preferência por um ou outro projeto".

Por telefone o presidente do Deinfra assegurou-me estar disposto a fazer o mesmo pelo empreendimento Shopping das Nações, ir na reunião desse Conselho, em São Paulo, para mostrar o projeto das obras da duplicação da SC-445 que passa ao lado do Shopping das Nações, beneficiando o empreendimento. Segundo Meller o projeto deve ficar pronto em 30 dias. Em contato comigo um dos acionistas do empreendimento recebeu a notícia como sendo altamente positiva.

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

CONSIDERAÇÕES SOBRE O MENSALÃO

Esse caso do Mensalão é muito interessante. Exige uma visão por vários ângulos. E a primeira observação a ser feita é que é um erro absurdo jogar todo o problema nas costas do ministro Celso de Mello, mesmo que ele tenha sido companheiro de quarto de José Dirceu, quando estudantes. Ora, eu morei em república pra fazer a faculdade em São Paulo, mas isso não me torna cúmplice daqueles rapazes, caso tenham se metido em alguma encrenca.

Mas vamos às considerações.

A origem
Tudo isso começou quando o PT foi feito poder neste país, na primeira prefeitura que conquistou. Mais adiante com Lula na presidência. Isso se olharmos apenas para este caso, pois supomos que compra de apoio político seja muitíssimo anterior, com as concessões de rádio do Sarney. Se bem que o Sarney passou a ser um caso de criança, se comparado. Poderíamos retroceder no tempo com o alerta feito no impeachment de Collor. Sim, quando vimos o malabarismo político para tirá-lo do poder estava claro o que nos esperava. O Brasil cegou-se a si mesmo. Enfim, no voto de cada um dos eleitores do PT está a origem. Contudo, não havia como saber dessa possibilidade na primeira eleição. Sendo absurdamente clara na segunda e na eleição de Dilma. O Brasil cegou-se a si mesmo por mais duas vezes.

O voto de Mello
Absurdo achar que o problema está no ministro durante a votação dos embargos infringentes. Ora, houve apenas um voto técnico baseado no regimento interno. Pessoalmente, achei correta a votação dele e não dos que foram contra os embargos. O problema esteve nos votos que os inocentaram no julgamento. Precisávamos que se limitassem a três. Levando em consideração que o relator do Mensalão, Joaquim Barbosa, fora indicado por Lula e manteve veemente condenação aos réus, é de se supor que os demais também foram independentes. Há em nossa cultura a teima em fazer relação entre decisões pessoais com as ligações que a pessoa tem em sua vida. Tipo, ''o cara é irmão do fulano por isso...'', mesmo que saibamos que isso não garante coisa alguma. O que posso dizer em relação ao julgamento é que nunca foi, em caso algum da Justiça, uma questão de justiça, mas de provas. E, sejamos honestos, um mero testemunho não me parece suficiente. Afinal, os acusadores também podem ser ''comprados''. Para que tenhamos certeza da compra de apoio nas votações do Congresso é preciso provar em tribunal para que acha um julgamento.

O outros partidos
Lula, ao falar de caixa 2, disse que todos fazem. Suponho que tenha sido a única verdade saída de sua boca. E isso vale para a cooptação nas casas legislativas pelo Brasil a fora, ou a dentro. Mas isso em nada muda um julgamento. Ou você não vai levar ao tribunal o assassino de seu filho porque matar é normal? Em nada muda o caso do Mensalão porque há um mensalão do PSDB em Minas Gerais. Essa tem sido mais uma artimanha dos asseclas luláticos, dizer que os outros também fazem. E tem dado certo, justamente porque somos um povo leniente, que aceita a falcatrua, que dá de ombros a esse tipo de coisa. É uma forma bem interessante de assumir que houve o Mensalão!!! Se TODOS fazem, o PT também faz.

O PT
Está claríssimo, como nunca na história desse país, um projeto de poder desmedido. Caso tenham dúvidas basta lerem... Mas que bobagem, quem vai se dar ao trabalho de ler. Ainda mais que se trata de atas do Foro de São Paulo. Não serei ingênuo em pedir tal sacrifício a um povo leniente como o nosso. Este partido precisava de grana para seu projeto e assim o viabiliza. Sim, como ter seguidores, mais que militantes, tornar um partido alvo da mesma cegueira dos religiosos, sem dinheiro? Quando a religião esteve dissociada do poder econômico? O processo de cooptação transcende qualquer possibilidade de entendimento das massas. Os petistas seguem com um discurso nojento, sem constrangimento. Amealharam uma rede tão poderosa que me sinto um Anderson contra Matrix, mas sem os poderes do personagem.

O futuro
Sem considerações sobre o futuro! Exceto que duvido que um ministro possa mudar seu voto porque farão um novo julgamento. Exceto se surgirem provas novas o que duvido muito. Mais fácil sumirem com as poucas que têm.

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

O DESABAFO DE UM GUARDA MUNICIPAL

De Fábio De Abreu Sousa, guarda municipal em Criciúma.

Olha meus senhores, sou GM da primeira turma, já que temos uma segunda que esta atuando faz pouco mais de 2 meses e NUNCA respondi processo por abuso de poder, NUNCA tratei mal um cidadão ou com falta de respeito, NUNCA conduzi alguém para a Delegacia sem que fosse necessário, tive 100% de êxito nas ocorrências em mediação de conflitos entre partes e por aí vai. Então não entendo porque tantas críticas sobre a GM! O dia em que a GM for armada, terá um CURSO PRÁTICO, TEÓRICO E PSICOLÓGICO que dará aptidão ao uso. 

Por favor, gostaria que a GM fosse tratada com mais respeito. Chego à simples conclusão: quem quer respeito, deve dar respeito. E não é o que sempre vejo nos comentários sobre a GM. Eu quero ver embasamento em leis, estudos. Agora simplesmente chamar os Guarda Municipais de VAGABUNDOS, QUE MERECEM CADEIA, QUE SÃO MARRENTOS. Simplesmente pelo fato de ficar olhando, parados, simplesmente com o intuito de coibir ações de pessoas mal intencionadas, somos chamados de vadios.

Fico muito triste com isso porque não fui criado com toda educação pelos meus pais, para ser chamado de VAGABUNDO, BANDIDO.

Ah, só lembrando que pra ser GM, será necessário passar em um concurso com as seguintes matérias: PORTUGUÊS, INFORMÁTICA, DIREITO CONSTITUCIONAL, DIREITO PENAL, CONHECIMENTOS DE ATUALIDADES, CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO. Além disso, passar numa prova física, exames psicológicos, exames de saúde e atender uma série de requisitos documentais, como exemplo: carteira de habilitação no mínimo categoria B. E por fim 3 meses e meio de curso de formação.

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

O QUÊ DIZ A LEI DE CRIAÇÃO DA GUARDA MUNICIPAL DE CRICIÚMA

Eu não tenho dúvidas sobre o quê a Guarda Municipal deve fazer, quais suas prerrogativas. Segue o que diz a Lei de sua criação:

Art. 16. São atribuições da Guarda Municipal:

I - promover a vigilância e a segurança dos logradouros públicos, realizando policiamento preventivo e orientador diuturnamente; 
II - promover a vigilância e segurança dos próprios públicos; 
III - promover a fiscalização da utilização adequada dos parques, jardins, praças e outros bens de domínio público, evitando sua depredação; 
IV - promover a vigilância e segurança das áreas de preservação do patrimônio natural e cultural do município, bem como preservar mananciais e a defesa da fauna, flora e meio ambiente; 
V - colaborar com a fiscalização do governo municipal na aplicação da legislação relativa ao exercício do poder de policia administrativa do município; 
VI - coordenar suas atividades fins com as ações do Estado, no sentido de oferecer e obter colaboração e celebrar convênios previstos na legislação vigente; 
VII - promover a fiscalização das vias públicas municipais, observando a competência dos Agentes da Autoridade de Trânsito e Transporte; 
VIII – atuar sempre que solicitado em atividades de prevenção policial em eventos e solenidades sob a responsabilidade do governo municipal ou entidades sociais; 
IX – instituir taxas relativas a cobranças de atividades que necessitam a atuação da Guarda Municipal; 
X – auxiliar as atividades fiscalizadoras que tange as atividades dos Agentes da Autoridade de Trânsito e Transporte; 
XI – instituir e administrar a Central de Monitoramento Inteligente; 
XII – instituir e administrar um Centro de Inteligência em consonância com a doutrina em vigor no país; 
XIII – instituir e administrar uma Central de Disque Denúncia ou Central de Atendimento através de um telefone específico; XIV – instituir e administrar um sistema informatizado de banco de dados, estatística, análise criminal e geo processamento de acordo com a política vigente; 
XV – criar rondas permanentes com o intuito de promover a segurança dos bens, serviços e instalações municipais; 
XVI – criar programas sociais e preventivos voltados ao bem estar da população e inserção de jovens em atividades curriculares nas comunidades de origem; 
XVII – desenvolver projetos de acordo com a política nacional de segurança pública; 
XVIII – apresentar, no prazo de um ano, projetos de segurança física patrimonial de todos os próprios do Poder Executivo em conjunto com os titulares das respectivas pastas; 
XIX – desenvolver projetos de cidadania junto aos atendentes do público em geral de todos os órgãos da administração pública municipal; 
XX – interagir com todas as lideranças comunitárias, Conselhos de Segurança e outras entidades com o intuito de desenvolver políticas públicas de segurança e cidadania nos diversos bairros do município; 
XXI - promover a interface de ações temáticas de segurança pública com organismos governamentais e não-governamentais, em todas as esferas; 
XXII – articular-se com os demais órgãos de segurança e demais secretarias municipais, visando potencializar a prevenção do crime, criminalidade, desordem pública e questões conexas.

Sugestão de Enelcir Faccio.

terça-feira, 10 de setembro de 2013

UM BELO EXEMPLO

Boas iniciativas devem ser compartilhados, ainda mais com a enxurrada de maus exemplos que recebemos diariamente. Além dos nossos próprios deslizes que também são exemplo para outros. Nesse sentido registro o que faz diariamente o dentista Marcos Gomes, morador do bairro Pio Corrêa: vai trabalhar de bicicleta em seu consultório na rua Marcos Rovaris, ao lado do Bradesco, Centro de Criciúma. Ele usa uma elétrica. Na ida não pedala para evitar o suor, mas na volta faz seu exercício.



Como surgiu a ideia de ir de bike ao trabalho?
Em princípio por três motivos: evitar o stress do trânsito, como contribuição particular para melhoria da mobilidade urbana e uma forma saudável de preservação do meio ambiente.

Como faz em dia de chuva?
Nos dias de chuva quando o trânsito é mais complicado vou caminhando para chegar mais rápido.

Qual leitura faz do motorista?
Uma grande parte dos motoristas ainda desconhece as normas do CTB, principalmente com relação ao respeito aos pedestres e ciclistas.

Que sugestão daria ao prefeito em relação ao trânsito?
Criação de ciclovias, ciclofaixas e bicicletários. E que o prefeito se deslocasse até a prefeitura de bicicleta pelo menos uma vez por semana, conhecendo assim os perigos e dificuldades enfrentados pelo ciclista criciumense.

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

VANDALISMO EM PROTESTO DO DIA 7 (FOTO)

Pois é... Acompanhei a passeata de sábado até a rodoviária que bradava contra a corrupção. Vários cartazes e faixas reivindicado coisas questionáveis e até sem sentido. Como pedir para vereador impor ciclofaixa. Bem coisa de quem não conhece de quem é a responsabilidade pelo quê.

Ao ver alguns guris com máscaras pensei na possibilidade de algum ato de vandalismo. Perguntei a um PM se tomaria alguma providência, mas disse que só se houvesse depredação de algum bem. Houve! E apenas um adolescente foi detido, dos 15 que estariam envolvidos. Ao picharem veículos da prefeitura não mandaram um recado de protesto. Mandaram um recado sobre si mesmo: São guris com merda na cabeça que querem se afirmar de alguma forma. Típico da idade. A diferença é que uns se afirmam estudando e ocupando posições úteis à sociedade e esses... Fazem o que sabem: merda!

Se a PM faz alguma coisa antes, como impondo que tirassem os trapos da cara, as redes sociais ficariam atochadas de protestos contra a truculência do Estado etc etc etc... Quando eu digo que a PM não bate de graça há quem me contrarie.



O QUE MURIALDO PEDIU PARA EDUARDO

A visita do governador em exercício, Eduardo Pinho Moreira, na manhã desta segunda-feira, em Içara, foi marcada por reivindicações e almoço entre lideranças locais e estaduais. O prefeito e vice de Içara, Murialdo Canto Gastaldon e Sandro Giassi Serafim, entregaram dois ofícios onde solicitaram ajuda do Governo do Estado na execução de projetos para a cidade que somam R$ 10 milhões. Moreira garantiu apoio nos pedidos feitos.

O prefeito alegou que o sequestro das contas bancárias colocou o Município em situação de emergência fiscal ante a quebra da sua capacidade de honrar com o cronograma de pagamentos já estabelecidos e efetivação de projetos. “Em função do sequestro, que corresponde a mais que a receita de um ano de IPTU, ficamos impossibilitados de dar continuidade as obras do PAC2 com recursos próprios. Queremos contar com a ajuda do Governo do Estado. O problema de Içara está na mobilidade urbana”, disse Murialdo citando as demandas do Município. “Agradecemos o apoio que o Governo sempre nos dá. Estas obras trarão desenvolvimento não somente para Içara, como para região”, emendou Sandro.

O Governador em Exercício declarou ter vindo pessoalmente até Içara para conhecer o pleito. “Tive antes um encontro com vocês e disse que viria até aqui como governador para ver as questões solicitadas. Vejo com justiça o que estão pedindo visto a situação que o Município se encontra. Vou levar ao governador Raimundo Colombo as solicitações para ele dar um parecer. Não vejo problemas. Praticamente tudo que está aqui será atendido”. “Há bilhões do fundo perdido que serão liberados aos municípios a partir do dia 18 de setembro”, destacou.

Dentre os pedidos foi pleiteados a repactuação das contrapartidas de Içara nos contratos que se referem a obra de pavimentação da ICR-357, na localidade de Terceira Linha e a ICR- 353, em Esplanada.Também foi solicitada a parceria na efetivação dos projetos de conclusão da pavimentação da ICR-253, na localidade de Segunda Linha até o Santuário Coração de Jesus, ligando a SC-445 à Rua Pedro Dal Pont, em Criciúma. Também a conclusão da ICR-357 na Terceira Linha; pavimentação da ICR-150, com início da Linha Três Ribeirões; da ICR-460, ligando a ICR-250 em Três Ribeirões à comunidade de Caravaginho. Ainda para a execução do projeto da rotatória da Rua Vitória com a Procópio Lima.

Foi requerido também ajuda na reforma e ampliação do Centro de Convivência da Sociedade Amigos da Mineração de Içara, no Bairro Aurora e conclusão do quartel do Corpo de Bombeiros. Durante a reunião também foi reivindicado o revestimento de piso para o Módulo Esportivo, onde o deputado Doia Guglielmi se comprometeu com R$ 30 mil e o governador em Exercício garantiu os R$ 50 mil para a aquisição.

O governador, acompanhado do prefeito e vice, percorreu de carro a estrada da localidade de Segunda e da Terceira Linha, onde há o projeto de pavimentação.

Mais informações de Francis Leny
Assessoria de Comunicação PMI

domingo, 1 de setembro de 2013

CUBANOS - O resumo do babado

Poucos assuntos invadiram a time line do Facebook com tanta força quanto a vinda dos médicos cubanos. Sim, os espanhóis e portugueses em número insignificante se comparados aos cubanos chegam a passar despercebidos. De um lado uns defendem ardorosamente e de outros há condenações veementes. Eu mesmo fiz postagens aos montes levantando suspeitas e não tão suspeitas. Em sendo assim, faço um resumo do que foi dito nas redes sociais, sem a pretensão de abarcar tudo.

Primeiro vamos ao que o próprio governo diz do Programa Mais Médicos: ''O Programa Mais Médicos faz parte de um amplo pacto de melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde, que prevê investimento em infraestrutura dos hospitais e unidades de saúde, além de levar mais médicos para regiões onde há escassez ou não existem profissionais. Com a convocação de médicos para atuar na atenção básica de periferias de grandes cidades e municípios do interior do país, o Governo Federal garantirá mais médicos para o Brasil e mais saúde para você. Como não se faz saúde apenas com profissionais, o Ministério está investindo R$ 15 bilhões até 2014 em infraestrutura dos hospitais e unidades de saúde. Desses, R$ 2,8 bilhões foram destinados a obras em 16 mil Unidades Básicas de Saúde e para a compra de equipamentos para 5 mil unidades; R$ 3,2 bilhões para obras em 818 hospitais e aquisição de equipamentos para 2,5 mil hospitais; além de R$ 1,4 bilhão para obras em 877 Unidades de Pronto Atendimento.''

Ainda no calor das manifestações de junho o governo brasileiro decide lançar uma ''convocação geral'' de médicos para atenderem os rincões deste país. Poucos se apresentam de fato. Em menos de dois meses chegam ao país os ''de fora''. Ora, conhecendo a burocracia no setor público e as dificuldades orçamentárias é de ficar pasmo que tenham resolvido isso em três meses. Em três meses?

Do senador Humberto Costa (PT-PE), no “Entre Aspas”, da GloboNews, sobre os médicos cubanos: “Esse programa já vem sendo trabalhado há um ano e meio. Boa parte desses cubanos já trabalharam em países de língua portuguesa, não têm dificuldade com a língua. E, ao longo desse um ano e meio, eles vêm tendo conhecimento sobre o sistema de saúde no Brasil, doenças que existem aqui e não existem lá…”

O governo Dilma tratava há um ano e meio do treinamento de cubanos para vir ao Brasil dentro do Mais Médicos. Não fez isso em nenhum outro país. Tampouco havia uma campanha ostensiva para médicos brasileiros irem aos rincões do país. Uma outra iniciativa isolada de prefeitos. Começou isso quando a popularidade da presidente estava nas alturas e nem de longe se pensava em tantas manifestações. Note também que, tão rápido quando fez a campanha para os brasileiros irem ao encontros dos necessitados, trouxe os cubanos. Estes profissionais vão encontrar o mesmo que os demais daqui: a falta de estrutura. Se não há uma a intenção de levar ideologias ao povo há a diretriz clara de mandar dinheiro daqui pra Cuba, pois como supor que haverá essa tal estrutura que dê suporte aos profissionais para realizarem de fato seu trabalho? Vão tratar o povo com analgésicos e antitérmicos?

Depois de 10 anos no poder vem o PT e anuncia 15 bi em investimentos, incluindo a formação de mais profissionais a partir de 2014. Ora, levará quase 10 anos pra surtir efeito e só lança isso depois da vinda dos tais cubanos. Não suspeitar disso é de uma ingenuidade abissal.

O MITO DOS EUA COMO 'DEUS DA GUERRA'

"Um levantamento feito pela Anistia Internacional do Canadá revelou alguns dados sobre a fabricação de armas no mundo, conforme o gráfico abaixo. Apenas seis países produzem 74% das armas utilizadas no planeta. Os EUA produzem 34,8% das armas utilizadas no mundo, com valor estimado em US$ 12,2 bilhões (R$ 25 bilhões).

Em segundo lugar vem a Rússia, com 14,8% da produção mundial de armas, ao custo de US$ 5,2 bilhões (R$ 10,6 bilhões). Em terceiro lugar vem a Alemanha, responsável por 7,4% das armas mundiais, faturando US$ 2,6 bilhões (R$ 5,3 bilhões) com a venda desses artefatos.

Os outros países na lista são Reino Unido (6,5%), China (6,2%) e França (4,0%); O comércio de armas movimentou US$ 35 bilhões (R$ 71,8 bilhões) só em 2011. Fora a Alemanha, os outros cinco países na lista fazem parte do Conselho de Segurança da ONU." (Yahoo)

Os números por si só não falam tudo. Então façamos uma relação com o PIB de cada país para ver o que representam em suas economias (VER QUADRO ABAIXO). Isso significa o que precisariam investir nas tais guerras para manterem suas economias. Além disso, se observarem a corrida armamentista EUAxURSS da Guerra Fria perceberão que o comércio de armas não precisa necessariamente de um conflito armado.

É preciso entender que o comércio de armas é muitíssimo mais interessante para aqueles que mais dependem disso. Ora, falam mais dos EUA porque é o que mais aparece e isso é um retrato do apelo midiático da coisa e não de informação em si.

CLIQUE NA IMAGEM PARA VISUALIZAR MELHOR