segunda-feira, 11 de abril de 2016

O ABUTRE

Muito semelhante à Lula, Clésio Salvaro não tem qualquer receio de suas incoerências. O Ex-quasetudo da política local age consciente da pouca atenção do eleitor ao que discursa ao longo do tempo. Contudo, esse ''esquecimento'' tem seu limite e vê-se claramente o desgaste de sua imagem, mesmo mantendo-se à frente dos concorrentes ao cargo de prefeito de Criciúma nas pesquisas para as eleições de Outubro deste ano. Sim, nas várias pesquisas que vi, ele não chega a 20% das intenções dos eleitores na Espontânea.

Um dos traços de psicopatia é acusar os outros daquilo que é

Um dos mais conhecidos ataques desferidos por este homem foi a Eduardo Moreira e o PMDB tratando-os como ABUTRES. Não que não sejam. E acho que são mesmo. Mas não pelas razões de Salvaro, que vitimizou-se por ações na Justiça que, sequer, teve êxito. Ora, é a estratégica do desvio de foco. Ao invés de defender-se e mostrar inocência desqualifica quem o processa. Eis outra semelhança com Lula e seus asseclas.

Desta feita, certo do esquecimento de seu eleitor, procura esse mesmo Eduardo Moreira, e esse mesmo PMDB de abutres, com pires na mão. Não quer que sua candidatura seja judicializada. Ou seja, vai entrar na corrida eleitoral sabendo que deve e que será impedido de concorrer ou, espelhando 2012, sob liminar. O resultado disso, caso consiga a tal liminar, é fazer o povo ir às urnas em Março de 2017.

O que mais, além do jogo sórdido de palavras e condenações (sim, são várias), esse senhor vai fazer para manter-se no poder?

Caso ainda haja dúvidas de quem me lê: desde que saiu da prefeitura como Clésio Salvaro tem aparecido na imprensa? Por préstimos à cidade e seu cidadão? Por fazer algo de bom à quem diz amar? Não. Aparece apenas em confusões politiqueiras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário