quarta-feira, 15 de maio de 2013

AS ATRIBUIÇÕES DO PSF

As atribuições dos profissionais pertencentes à Equipe da Saúde da Família ficaram estabelecidas pela portaria n 648, de 28 de março de 2006, podendo ser complementadas pela gestão local.


Atribuições especificas do Enfermeiro do PSF

- Realizar cuidados diretos de enfermagem nas urgências e emergências clínicas, fazendo a indicação para a continuidade da assistência prestada;

- Realizar consulta de enfermagem, solicitar exames complementares, prescrever/transcrever medicações, conforme protocolos estabelecidos nos Programas do Ministério da Saude e as Disposições legais da profissão;

- Planejar, gerenciar, coordenar, executar e avaliar a USF;

- Executar as ações de assistência integral em todas as fases do ciclo de vida: criança, adolescente, mulher, adulto e idoso;

- No nível de sua competência, executar assistência básica e ações de vigilância epidemiológica e sanitária;

- Realizar ações de saúde em diferentes ambientes, na USF e, quando necessário, no domicilio;

- Realizar as atividades corretamente as áreas prioritárias de intervenção na Atenção Básica, definidas na norma operacional da Assistência á Saúde – NOAS 2001;

- Aliar a atuação clinica à prática de saúde coletiva;

- Organizar e coordenar a criação de grupos de patologias especificas, como de hipertensão, de diabetes, de saúde mental, etc;

- Supervisionar e coordenar ações para capacitação dos agentes comunitários de saude e de auxiliares de enfermagem, com vistas ao desempenho de suas funções;

- Contribuir e participar das atividades de educação permanente do auxiliar de enfermagem, ACD e THD e participar do gerenciamento dos insumos necessários para o adequado funcionamento da USF.


Núcleo e Campo do Enfermeiro

Núcleo: aglutinação de conhecimentos que demarca a identidade de uma área de saber e de pratica profissional. (CAMPOS, 2000)

- Gerenciar, supervisionar, organizar os serviços de Enfermagem;

- Planejar, organizar, coordenar, executar e avaliar a assistência de enfermagem;

- Proporcionar educação continuada e em serviço á equipe de enfermagem nas tarefas relativas á assistência de enfermagem ao longo do ciclo vital;

- Realizar cuidados de enfermagem de maior complexibilidade técnica, que exige conhecimento cientifico adequado e capacidade de tomar decisões imediatas.


Campo: Um espaço de limites imprecisos onde cada disciplina e profissão busca em outro apoio para cumprir suas tarefas. (CAMPOS, 2000)

- Participar de ações de educação em saúde realizando grupos educativos;

- Participar de atividades em vigilância a saúde;

- Participar do núcleo de saúde coletiva;

- Integrar a equipe de acolhimento, recebendo, executando, resolvendo e realizando o encaminhamento necessário;

- Apoiar a equipe de saúde;

- Participar da discussão e elaboração de projetos terapêuticos;

- Participar do processo de cadastramento e adscrição de clientela;

- Executar procedimentos básicos de enfermagem;

- Participar de atendimento programáticos prestando assistência integral a saúde individual e coletiva ao longo do ciclo vital;

- Participar e estimular o controle social;

- Promover a intersetorialidade;

- Produzir conhecimentos técnicos através da realização de pesquisas e estudos da ação profissional e utilizá-los como subsídios nas intervenções de saúde;

- Prescrever medicamentos e solicitar exames laboratoriais prescritos em protocolos de saúde publica.


Do site EBAH.

Referências Bibliográficas

ATRIBUIÇÕES dos membros da Equipe de Saúde da Família.Disponível em <http://www.wipedia.org>. Acesso em 12. novembro. 2007.

ATRIBUIÇÕES Específicas do Enfermeiro do PSF. Disponível em <http://www.famema.br> Acesso em 12. novembro. 2007.

Nenhum comentário:

Postar um comentário