Guinzani banner

Guinzani
  • Recentes

    POLIGAMIA NA BÍBLIA

    Os casos de poligamia na Bíblia são recorrentes. Principalmente no caso do Rei Salomão que chegou às mais de mil mulheres entre esposas e concubinas (até isso). O pai das nações hebraica e islâmica, Abraão, teve um filho com a escrava egípcia a mando da própria esposa Sara. Os Pais, assim chamados, que vieram depois, Isaque e Jacó, também tiveram várias esposas e dentre elas a preferida (até isso).

    Não há nenhum texto nesse livro que trate diretamente desse assunto. Não condena, não apoia, enfim, nada diz. É um assunto que parece tão normal, tão simples, tão corriqueiro e tão sem importância que é acintosamente esquecido. Mas por que disso? Ora, não temos como saber do porquê. O máximo que podemos fazer é ter a certeza que a poligamia foi aceita como algo absolutamente adequado aos que seguem a Bíblia. Entretanto, não é o que se vê hoje. Além de ser crime no Brasil por conta da influência da fé, os cristãos de um modo geral (a exceção são os mórmons nos EUA) são monogâmicos.

    A única exceção na Bíblia está nas palavras do apóstolo Paulo quando diz "Porque o bispo tem o dever de ser irrepreensível, casado uma só vez, sóbrio, prudente, regrado no seu proceder, hospitaleiro, capaz de ensinar." (I Timóteo 3.2 na versão Católica). Porém, fala especificamente para um cargo na hierarquia da Igreja. Não se refere ao proceder de todo o povo.

    Em suma, não tenho dúvidas que os cristãos negam seu próprio livro sagrado.

    Enquanto isso já tivemos um registro em cartório de "casamento" poligâmico, não com a cobertura legal que o monogâmico tem em nossa legislação que você confere AQUI.

    Um comentário:

    1. Há uma afirmação feita por Deus em Gn.2.24 e que é reiterada por Jesus em Mt.19.5,6 onde "os dois" se tornam uma só carne...
      Eis que deixará o homem a seu pai e sua mãe e se unirá a "SUA MULHER", e se tornarão "OS DOIS" uma só carne. (Ef. 5:31)

      Muitas coisas que aconteceram foram temporais... pra determinada época... isso cabe uma conversa teológica.

      ResponderExcluir

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad