Guinzani banner

Guinzani
  • Recentes

    UM EXEMPLO DE IRRESPONSABILIDADE


    Um tal de Paulo P. Pereira, que não conheço, disse o seguinte no Facebook: "Roldao ja foi oferecido alguma cargo para ele, nao tem mais moral alguma de se pagar de icone da transparencia e lisura."
    E o assunto da postagem não tinha nada comigo, senão a marcação feita pelo Rodrigo da Silva Gonçalves como podem conferir no meu mural, pois não apaguei, nem vou apagar.

    Aí me ocorreram várias coisas, além de intimá-lo a dizer que provas teria de que foi-me oferecido um cargo na prefeitura de Içara. Primeiro não sou ícone de nada (se alguém me acha assim é por sua conta e risco). Segundo, transparente devo ser, afinal minhas posições, coerentes ou não, são bem conhecidas; terceiro, lisura? Até admitir que estou no Serasa já fiz, não respondo processo judicial, o que mais posso querer? Quarto, se recebi proposta de cargo gostaria de saber qual, porque ainda não sei. Porém, garanto que não trabalho em função de promessa de político porque tenho experiência suficiente. Mas caso fosse verdade, onde estaria o problema? Há nisso alguma ilegalidade? Ou seria inveja desse senhor por não ter sido alvo de tais propostas? O que eu tenho ou faço que poderia ser impeditivo de aceitar algo assim? Taí um reconhecimento que eu gostaria de receber: um convite para trabalhar no serviço público. Depois de anos como voluntário, seria muito interessante.

    Vamos adiante. Sou algum ícone de alguma coisa? Que pretensão a minha! Quem poderia ter um descrente em Deus como ícone num povo tão religioso como o nosso? Chama a atenção a facilidade para dizer que alguém tem ou não moral para isso ou aquilo. Como consegue chegar a esse ponto de tamanha irresponsabilidade sem nunca ter trocado uma palavra comigo? Simplesmente não sei como funciona uma mente assim. O que sei é que moralista não sou... Tanto não sou que gostaria que este senhor tomasse bem no meio do seu cu.

    Esse caso, meus caros, é emblemático e representa a mediocridade recorrente em que pessoas são capazes de ir além de suas próprias condições para afirmar coisas que desconhecem. Reflete bem a moralidade do nosso povo, afeto às fofocas, rótulos e clichês. Desses itens eu reconheço que fofoca é uma delícia.

    Como não sou referência de moralidade sigo na torcida de que as demais pessoas sejam melhores que eu. Principalmente meus filhos!

    Um comentário:

    1. André, esse Rodrigo que citas é tão sem moral que no dia da eleição de 2004, a mando de outro moleque aqui do PP de Içara (Tuca Lodetti), bateu por querer na traseira do meu carro, fugiu do local e não quis pagar o estrago. Tem BO registrando o fato.
      Abraço.
      Rafael Dagostin da SIlva

      ResponderExcluir

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad