sexta-feira, 26 de agosto de 2016

OS POBRES E JESUS

O quê Jesus fez pelos pobres? Multiplicou pães e peixes uma vez. Ao menos é o que está registrado e só podemos nos basear nisso. Segue algo que está em Mateus 26:10-13:

Jesus, porém, conhecendo isto, disse-lhes: Por que afligis esta mulher? pois praticou uma boa ação para comigo.
Porquanto sempre tendes convosco os pobres, mas a mim não me haveis de ter sempre.
Ora, derramando ela este ungüento sobre o meu corpo, fê-lo preparando-me para o meu sepultamento.
Em verdade vos digo que, onde quer que este evangelho for pregado em todo o mundo, também será referido o que ela fez, para memória sua.

Corrijam-me os entendidos, mas me parece que nada além dos dois episódios que mencionei. E por quê? Não posso saber. O caso está no que dizem sobre ele aos quatro ventos, dele ser seu resgate, de dar o tal do ''livramento'', vitória etc. Os crédulos nele realizam a semana da vitória intitulada "Cerco de Jericó". Um absurdo onde velhos acamados e crianças de colo foram mortas pelo Deus cristão para dar terra a um povo... Quanta estupidez!

E o Jesus maravilhoso? Basta analisar com calma os textos que falam dele na Bíblia e verão que de pobre, ou não entendia, ou não tinha interesse. E nem falo de assistencialismo, mas de atuar de fato no resgate das pessoas. Além de não ter dito nadinha contra o império que dominava sua gente, limitou-se em dizer que seu reino não era deste mundo. Fácil! Também acho que meu reino não é deste mundo e por isso terei tudo de bom na outra vida. Reinarei absoluto!

Esses crentes deveriam assumir, ao menos, o que de fato é seu Salvador. Este mesmo que disse "sempre tendes convosco os pobres", ou seja, decretou que a pobreza não terá fim. Uma clara declaração de que os tais não deveriam contar com ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário