terça-feira, 15 de julho de 2014

DEUS E O SEXO

Você acha que Deus está preocupado com sexo?

Deus está preocupado com traição conjugal?

Deus está preocupado com o fato de o marido tem que ser fiel à sua mulher e a mulher ser fiel ao marido?



Ele evita estupro? Não! Sequer denuncia agressores. Dependemos das ações humanas para que estupradores e pedófilos sejam punidos por seus atos. Quando chegamos a este ponto e pedimos justiça diante do Fórum, com cartazes nas mãos. Tampouco dá às vítimas um mínimo de garantias físicas, pois podem contrair doenças e mesmo uma gravidez pode vir. Muitas das vítimas precisam de psicólogos, cientistas que estudam a mente humana e não ficam à mercê de revelações do Espírito Santo, para reaverem sua tranquilidade emocional, se é que é possível. Sem falar de outras tantas atrocidades de humanos sobre humanos.

E Deus estaria preocupado com o seu casamento? Além disso, o ato sexual, sendo consentido, é um ato entre duas pessoas que usufruem de suas vontades. Tanto esse ato não agressivo que só traz algum problema se o outro souber. Ora, se fosse agressivo o seria em qualquer momento. Além disso, ser fiel não garante uma relação estável e satisfatória na cama.

Deus teria bênçãos para o casamento em troca de um ser fiel ao outro? Pode ser. Contudo, sendo omisso e negligente (sim, Deus é omisso e negligente), estupros me fazem pensar que ele não tem qualquer interesse em preservar o sexo como algo sagrado, ou que dê atenção ao fato de você ter medo de ser corno(a). Deus não se importa se alguém é agredido sexualmente, porque do contrário agiria para que isso não acontecesse.

Da mesma forma líderes religiosos e seus seguidores exaltam a virgindade como moeda para crentes receberem bênçãos. Ora, que valor há nisso? Imagine que fácil seria apenas preocupar-se em controlar o desejo e, assim, garantir vida conjugal satisfatória. Que simplicidade, que inocência, que ignorância... Que senso de proporção têm os que acreditam que Deus queira impor restrições a impulso tão forte? Nenhum senso de proporção.

Estou convicto de que sexo, para Deus, é um assunto irrelevante.

Segue matéria no Diário Catarinense, de 15/07/2014 | 06h04 Atualizada em 15/07/2014 | 09h31, como exemplo:

"— Para cada lugar que eu olho nesse mato, tem um sofrimento meu.

É assim que uma mulher de 24 anos que era estuprada pelo pai há quase duas décadas no interior de Rio Negrinho, no Planalto Norte, define o cenário que vê à sua volta. Pelo menos até a última quinta-feira, quando o homem que abusava dela desde a infância foi preso após a polícia receber uma denúncia anônima.

A irmã de 22 anos também era violentada desde menina. Os frequentes estupros resultaram em sete casos de gravidez. Cada uma das irmãs gerou três filhos, e a mais jovem está grávida do pai pela quarta vez. Com os abusos, os nove filhos legítimos - seis homens e três mulheres (a mais nova tem 19 anos e não foi violentada) - e a esposa sempre viveram em uma família estruturada pelo medo."
 
Lamento te dizer uma verdade: Deus nem sabe que você está ou deseja estar casado(a) com um parceiro(a) fiel!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário