quinta-feira, 27 de março de 2014

UFSC E A SUA MACONHEIRADA

Quando um professor da UFSC diz que a instituição foi agredida pela ação da Polícia Federal fico cá pensando se consumir drogas no Campus não seja agressão ainda maior. Isso não foi pior que a manifestação oficial de reitores ao dizerem o inacreditável: “Em todos os contatos com a Polícia Federal sempre foi solicitado que quaisquer ações de repressão violenta ao tráfico de drogas fossem realizadas fora das áreas da universidade.”

Há uma coisa básica nas ciências (ciência é a base de um ambiente universitário): ação e reação. Então vejamos quais ações foram as primeiras e quais reações, a partir delas, seriam possíveis. Nem vou entrar na militância esquerdopata dessa gurizada bolivariana...

A primeira ação
Maconheiros achando-se acima da Lei como se o local fosse um Estado independente

A segunda ação
De desrespeito aos demais colegas. Esta caracteriza-se por não considerarem-se em ambiente público, como seres sociais que sabem que seus comportamentos ensejam responsabilidade para com os demais à volta.

A terceira ação
A de financiamento de bandidos através do pagamento de seus vícios. Essa nem precisa explicar.

Da ação à reação. Ora, a PF foi branda. Afinal, depois de três tipos de ações de total abuso o que queriam que fosse feito? Linhas de crédito para aquisição de cachimbos pra fumar crack?!

Nenhum comentário:

Postar um comentário