segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

O PISÃO NA BOLA DE DÉCIO GÓES

Prefeito Décio Góes cometeu um erro primário de planejamento: mandou projetos para a Câmara querendo aprovação sem análise e em alguns dias. Um dos exemplos é da autorização de contratação de pessoal para cuidar da iluminação pública (Cosip). O projeto entrou semana passada e tem que passar pelas comissões, pois esse é o trabalho dos edis. Acontece que a próxima sessão para tal só em 15 de fevereiro. Outro exemplo é de contratação de pessoal para a temporada.

Isso tinha que ser feito em outubro! Cosip exige uma mão-de-obra especializada e não será fácil contratar. Ele sabia que no dia cinco de dezembro terminaria o contrato com a Cooperaliança e não poderia ser renovado. Ou seja, não tem como dar a devida assistência neste momento.

Em conversa comigo o vice-prefeito e empresário, Olírio José Lino, disse que no meio do ano já havia treinado pessoal para seu supermercado, padaria etc, e mesmo assim está com dificuldades para contratar.

Góes, mostrou não ter experiência em Verão e, diga-se de passagem, seus assessores dormiram no ponto. O outro projeto diz respeito à contratação de pessoal para a temporada. Ora, é sabido que o Balneário Rincão passa de 12 mil para 180 mil habitantes por dois meses. Há dúvidas que precisaria de mais gente trabalhando? Sob todos os aspectos chega a ser ridículo não estar preparado há meses para esse momento, mesmo que soubesse, mesmo que tivesse todo o levantamento necessário.

Eu fico impressionado com isso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário