sexta-feira, 19 de julho de 2013

FIM da Geração MilkMone


Passei em frente à sorveteria MilkMone na rua Joaquim Nabuco, como faço freqüentemente, em horário comercial, olhei para dentro do estabelecimento e estava vazio. Fiquei surpresa! Não tinha mais mesa, não tinha mais pessoas trabalhando, não tinha mais crianças com suas mães, não tinha mais adolescentes jogando conversa fora, não tinha mais SORVETE!!!!

Fiquei muito triste, vontade de chorar. Tenho certeza de que muitos jovens adultos da minha geração vão ficar melancólicos com a notícia do fechamento da MilkMone, a sorveteria mais antiga de Criciúma, se não for a primeira, uma das mais tradicionais. São cerca de 30 anos de história.

Quem nunca ouviu falar da MilkMone?  “Onde você mora? Perto da MilkMone”; Você trabalha onde? Na rua da MilkMone”; ''Onde fica a rua Joaquim Nabuco? É a rua da MilkMone.”

Isso sem contar as idas à MilkMone. Desde que vim de Goiás para Criciúma, com apenas três anos de idade, eu freqüentava a sorveteria. De criança a fase adulta, eu nunca esquecerei o sorvete de amendoim, a Taça Colegial, a Taça Banana Split, os encontros entre amigas, a família reunida no final de semana. Era quase um prêmio, você ganhar um sorvete da MilkMone.

Não deu para fazer a despedida. Segundo comerciantes vizinhos, o espaço foi vendido e fechado de imediato. Não tem mais MilkMone no local. Dizem que vai abrir uma lanchonete de “fastfood”.

Pena, vai fazer falta...

By Giselle Tiscoski

5 comentários:

  1. cioncerteza uma grande parte de criciuma c foi,e vindo as coisas de cidade grande!!
    pena,mas nunca a esquecerei......................

    ResponderExcluir
  2. A tia rica sempre me levava na Milkmone no meu aniversário.
    Mesmo sem ser rica, fiz o mesmo com meus afilhados até bem pouco tempo.
    Em abril, na última visita ainda falamos que não existia outro lugar para pedir "Banana Split" nessa cidade.
    Gisele falou por mim. Estou Órfã da milkmone. =/

    ResponderExcluir
  3. #souorfadamilkmone Puts, que pena!! A tenho na minha história de vida.. vários momentos.. vários domingos a tarde.. reencontros.. Que triste!!!!

    ResponderExcluir
  4. Muito triste! Quando vi fiquei bastante surpresa..
    Frequentei muito com minha tia.
    Na ultima década frequentava com minha amiga Fernanda nos sábados a tarde, saíamos para andar de roller e acabávamos na MilkMone. Jogávamos conversa fora, tempo bom!
    Nos últimos dois anos frequentava com meu namorado que hoje é esposo, e, foi passando em frente da sorveteria (ou do prédio que abrigava a sorveteria) na companhia dele que percebemos o vazio.

    Lamentável mesmo!

    ResponderExcluir
  5. Foi realmente lamentável o fato de a Milk Mone do centro ter sido fechada. Mas para nossa alegria temos ainda a Milk Mone no bairro Próspera, com um delicioso buffet e com a mesma qualidade.

    ResponderExcluir