segunda-feira, 13 de maio de 2013

A CEGUEIRA NOTURNA DA CAMILA DO NASCIMENTO

Vereadora Camila Nascimento, que provocou acidente batendo seu carro contra outros dois no centro de Criciúma no sábado, que segundo testemunhas estaria embriagada, estava com sua CNH vencida. Além disso, ela alegou ''cegueira noturna''. Ou seja, para dar essa razão é porque tinha conhecimento dessa possibilidade e, portanto, torna sua irresponsabilidade ainda mais significativa.

Mas o que seria Cegueira Noturna?

Segundo o site InfoEscola:

"A cegueira noturna, também conhecida como nictalopia, é uma condição que resulta na dificuldade ou impossibilidade de enxergar em ambientes escuros. Este problema é um sintoma de diferentes doenças que acomete o globo ocular. Pode ser congênita ou causada por alguma deficiência nutricional, como a falta de vitamina A.

A região periférica da retina é composta por cones e bastonetes, sendo que esta última encontra-se presente em maior quantidade. Os bastonetes são células que permitem a visão quando há pouca luminosidade. Deste modo, a perda da visão periférica normalmente resulta em cegueira noturna. Indivíduos com essa condição além de enxergarem mal no escuro, precisam de um tempo maior para os olhos se adequarem à variação luminosa.

As etiologias são diversas. A principal causa de cegueira noturna é a retinite pigmentosa, que é uma desordem onde os bastonetes perdem gradativamente sua capacidade de resposta à luz. Esta é uma condição genética, e os indivíduos que a possuem apresentam também cegueira noturna progressiva, além de existir a possibilidade de a visão ser afetada também pela luz do dia.

Na cegueira noturna congênita relacionada com o cromossomo X, há um mau funcionamento dos bastonetes desde o nascimento, no entanto, não há piora com o tempo. Outra causa da nictalopia é a falta de vitamina A (retinol) na dieta, que está presente nos óleos de peixes, fígado e laticínios. Quando esta for a causa, o tratamento pode ser feito por meio da administração oral da vitamina em questão.

Além dessas etiologias, outras também são responsáveis por essa condição, como a miopatia patológica, catarata cortical periférica e doença de Oguchi."

Pelas informações acima vê-se que não é algo súbito e a vereadora poderia ter evitado o transtorno com uma atitude simples: não dirigir à noite.

Nenhum comentário:

Postar um comentário