terça-feira, 13 de agosto de 2013

Governo pretende perdoar R$ 3 bilhões em dívidas dos clubes brasileiros

Governo pretende perdoar R$ 3 bilhões em dívidas dos clubes brasileiros

Consultor Amir Somoggi alerta que decisão não vai resolver problema dos clubes

Por Luiz Gustavo PACETE
O governo federal sustenta a ideia de perdoar dívidas milionárias de clubes brasileiros. Na semana passada, Toninho Nascimento, secretário nacional de futebol do ministério do Esporte, declarou a jornalistas que a ideia da pasta é fazer uma medida provisória (MP) ou um projeto de lei que perdoe o que os clubes devem. A contrapartida seria a manutenção de projetos sociais. 
O principal argumento do governo é de que a divida dos clubes atuais são impagáveis. Levantamento realizado pelo consultor esportivo Amir Sommogi mostra que o que os clubes devem foram de R$ 1,2 bilhão em 2003 para R$ 5,5 bilhões em 2012. Deste montante, mais de R$ 3 bilhões são dividas diretas com o governo, relacionadas a impostos.
 
flamengo.jpg
Dados da Ernst Young mostram que a dívida do Flamengo ultrapassa R$ 700 milhões
 
Sommogi se diz totalmente contrário à intenção do governo. “Essas dívidas foram criadas pela própria administração dos clubes. Não recolhimento de impostos e outras pendências. Não se pode imaginar que o perdão vai resolver o problema", diz. Apesar do interesse do ministério de resolver a questão, segundo Sommogi, esse tipo de atitude em meio a um momento de indignação e protestos pelo País não é apropriado. “É o único caso no mundo que o credor abre mão de receber uma dívida em troca de nada."  A contrapartida do governo seria a realização de trabalhos sociais por parte dos clubes. 
 
O especialista conclui que a medida vai punir aqueles administradores que sempre cumpriram com seus compromissos tributários com o governo. “Diversos administradores passaram a vida contribuindo de forma pontual e agora se deparam com essa situação? Quem conhece a estrutura dos clubes sabe que são poucas as condições de entregar algo efetivo."
 
Confira quais são os clubes mais endividados do Brasil segundo o levantamento do consultor Amir Somoggi:
 
Os números consolidados por clube, em milhões, são de 2011 
 
(1) Vasco
2011: R$387
Receita 2011: R$ 137
 
 
(2) Atlético MG
2011: R$ 368
Receita 2011: R$ 100
 
 
(3) Flamengo
2011: R$ 355
Receita 2011: R$ 185
 
 
(4) Palmeiras
2011: R$ 245
Receita 2011: R$ 148
 
 
(5) Santos
2011: R$ 208
Receita 2011: R$ 189
 
 
(6) Grêmio
2011: R$ 199
Receita 2011: R$143
 
 
(7) Internacional
2011: R$ 197
Receita 2011: R$ 198
 
 
(8) Corinthians
2011: R$ 178
Receita 2011: R$ 290
 
 
(9) São Paulo
2011: R$ 158 
Receita 2011: R$ 226
 
 
(10) Cruzeiro
2011: R$ 120 
Receita 2011: R$ 129

Nenhum comentário:

Postar um comentário