segunda-feira, 1 de abril de 2013

24 HORAS SEM REMÉDIO

Na noite dessa segunda-feira faltava dipirona no 24 Horas da Próspera. Esse medicamento, para a febre, é o básico do básico do básico. Absurdo! A médica de plantão informou que chegou ao ponto de pagar para um paciente para evitar agressão na madrugada. Também chegou a pedir ampolas para o pessoal do SAMU. Acrescentou ainda que há dias que aparece uma pequena quantidade, com períodos de falta.

Isso tem sido recorrente com outras medicações tais como paracetamol e omeprazol segundos outras fontes.

A ''desculpa'' é sempre a mesma: licitação, burocracia e coisas do gênero. Tudo isso como se fossem coisas desconhecidas ou surpresas. Ora, deixar faltar o básico é a pura má administração. Porque recursos não faltam para isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário