Guinzani banner

Guinzani
  • Recentes

    NEY LOPES E A FAIXA DE PEDESTRE (Foto)

    Note essas duas notas na coluna do Ney Lopes em A Tribuna. Não leio este colunista, mas alguns que o leem me passam e, quando avisado, não resisto à curiosidade.

    "Mais uma modalidade de multa vem fazendo a alegria dos nossos gloriosos guardinhas de trânsito de Criciúma. Eles ou elas ficam diariamente em dupla na saideira do colégio Humberto de Campos à espera do primeiro veículo que ultrapassar alguns centímetros da faixa do pedestre... aí bingo! Já tinha recebido algumas reclamações de várias pessoas e ontem, para minha surpresa, recebi em casa a notificação e mais sete pontos na carteira, já que passo diariamente no local, que fica a alguns metros da minha residência." (24/08/2012)

    "Um agente de trânsito de Criciúma, talvez por vingança, enviou a um jornalista de internet local, que imediatamente postou nas redes sociais, uma foto tirada pelo agente na minha frente de meu carro em cima de uma faixa de pedestres enquanto eu manobrava em uma vaga em frente à minha residência. Uma atitude de má fé de ambas as partes. Isso prova mais uma vez que venho sendo perseguido de maneira implacável. Mês passado, no emplacamento de meu carro, paguei quase R$ 3 mil de multas. A maioria invisível, como: dirigir com uma mão ao volante, falando no celular, invadindo faixa de pedestres e aí vai. A relação é enorme. Não sei mais o que faço, já estou pedindo socorro e, junto, uma ação por danos." (Hoje)

    Lopes costuma expor intimidades alheias.
    O grifo mostra a descarada mudança na versão do ocorrido. Primeiro assume os tais ''centímetros'', depois estava manobrava. Por fim coloca-se na condição de vítima e injustiçado quando diz ''Não sei mais o que faço, já estou pedindo socorro.'' Ora, eu sou testemunha, pois o fotografei e está publicado na coluna que escrevia no Jornal da Manhã, que este mesmo cidadão colocou seu carro numa vaga para ambulância próximo da URC, na rua Antônio Lucca. Como deixei aquela coluna em 2002 vê-se que o hábito de estacionar indevidamente é antigo.

    Por fim, mais uma vez ele fala em um ''jornalista de internet local'' e não é capaz de fazer o que faço: dou o nome. Quanto a isso os amigos tratam de fazer a relação.

    Um comentário:

    1. Cara...3 mil em multas?
      Bem feito!
      Deixou de pagar mil pelo trabalho de um amigo webdesigner.
      Tomara q pague 10 mil em multas!
      Baba ovo de piriguete!

      ResponderExcluir

    Post Top Ad

    Post Bottom Ad